Grêmio abre 2023 com título da Recopa Gaúcha

Uma noite de reencontro entre o time e o torcedor, de estreia de novos reforços e da primeira conquista da temporada. Diante de mais de 49 mil gremistas, o Grêmio voltou aos gramados oficiais nesta terça-feira, na decisão da Recopa Gaúcha. O Tricolor foi superior durante toda a partida e venceu o São Luiz, de Ijuí, pelo placar de 4 a 1, com gols do estreante Suárez, que marcou três vezes, e Bitello.

A vitória fez com que o Grêmio conquistasse o tetracampeonato da Recopa Gaúcha, abrindo a temporada com chave de ouro.

O início da partida não poderia ser melhor.

Em uma das primeiras oportunidades de gol, a equipe do técnico Renato Portaluppi foi efetiva: depois de um lançamento de Ferreira, da esquerda, a bola desviou na marcação e chegou a Suárez, que com muita qualidade mandou por cobertura, por cima do goleiro Gabriel Félix, balançando as redes adversárias e assinalando seu primeiro gol já na sua estreia, passados 5 minutos de bola rolando.

Já o São Luiz tentou igualar o placar logo de imediato, primeiro com Éderson, que acionou Jarro Pedroso, mas Brenno espalmou o chute do atacante. Foi aos 14’ que o time do interior do estado deixou tudo igual na Arena, com Paulinho Santos, chutando mascado – o goleiro gremista não conseguiu segurar.

Não demorou para os gremistas voltarem a frente no marcador, desta vez com Bitello. Após uma transição rápida, Campaz deu um passe para o meia, que bem colocado chutou forte, estufando as redes, aos 16’.

Quase que o terceiro gol veio no minuto seguinte, quando Fabio cruzou na medida para Suárez, que subiu mais que a zaga e desviou de cabeça – a bola passou por sobre a meta.

A partir da metade da etapa inicial, o jogo passou a ficar mais truncado, com muita disputa de bola. Mesmo assim, foi o Grêmio quem voltou a marcar e com quem? O estreante da noite, Luisito Suárez, recebeu em condições um belo passe de Bitello e, sozinho de cara com o goleiro, chutou na saída de Gabriel Félix, mandando para as redes, aos 31’.

E “El Pistolero” não parou por aí. Aos 37 minutos de bola rolando, o terceiro gol do uruguaio: Depois de uma cobrança de escanteio, Reinaldo fez um cruzamento na área, a zaga afastou e a bola caiu para o atacante, que bem posicionado no segundo poste, mandou um chute de primeira, estufando as redes mais uma vez. Grêmio 4 a 1 São Luiz.

O Grêmio voltou com a mesma formação para a etapa complementar, que foi de mais equilíbrio. Com 8’ jogados, Ferreira invadiu a área em velocidade e arriscou um chute, obrigando Gabriel Félix a fazer boa defesa, espalmando – a bola chegou a Suárez, mas o uruguaio não finalizou por estar impedido.

Aos 12’, Reinaldo cruzou na área, para o camisa 9, desmarcado, subir e desviar de cabeça – por detalhe a bola não entrou.

O técnico Renato Portaluppi promoveu mudanças na equipe no segundo tempo, passados 15’: Diego Souza, Felipe Carballo e Gustavinho ocuparam os lugares de Luis Suárez, Bitello e Campaz. Thaciano ocupou o lugar de Fábio, aos 22’ e Guilherme substituiu Ferreira, com 34’ jogados.

O jogo seguiu no mesmo ritmo e não teve mudanças no marcador.

Com o resultado, o Grêmio conquista a sua quarta Recopa Gaúcha e inicia a temporada com vitória, goleada e título. (CN com Grêmio.)

Grêmio comemora Recopa gaúcha 2023.
Foto: Lucas Uebel / Grêmio.