Header Ads

ClubedaLoteria

Velha imprensa é mentirosa e golpista

O jornal Estadão publicou editorial pedindo a impeachment do presidente Jair Bolsonaro, a quem chama de inepto. O texto integra um movimento coordenado, que envolve outros veículos da velha imprensa, que não aceita que Bolsonaro tenha fechado a torneira da publicidade oficial, que sustentava esses pasquins nos tempos da esquerda no poder.

O Estadão culpa o presidente pela crise gerada pela pandemia no país. Ignora que o Bolsonaro fez tudo o que lhe cabia fazer, que é disponibilizar recursos para municípios e estados tomarem medidas contra o avanço do vírus chinês. Cerca de R$ 700 bilhões foram repassados para prefeitos e governadores.

Foto: imagem ilustrativa

O que mais o presidente poderia fazer? O Supremo Tribunal Federal transferiu para municípios e estados a responsabilidade pela ações anticovid-19. Mesmo excluído,  Bolsonaro ainda fez mais. Gastou bilhões comprando as vacinas Coronavac e de Oxford. Se não fosse o governo federal, não estaria havendo vacinação no país.

Bolsonaro socorreu financeiramente milhões de brasileiros que prefeitos e governadores prejudicaram com suas medidas restritivas de mobilidade. Essa e outras ações do presidente, apesar das limitações impostas pelo STF, são reconhecidas pelo povo brasileiro. Basta ver os resultados das pesquisas de opinião pública.

Bolsonaro fez tudo o que poderia fazer em favor do povo brasileiro. Até recomendou atendimento precoce, para salvar vidas, o que desagradou a esquerda e a imprensa papa-defunto. O presidente é atacado por ter recomendado que se procure um médico aos primeiros sintomas do coronavírus. O que há de errado nisso? A mesma imprensa bate palmas até hoje para Mandetta, o ex-ministro da Saúde que recomendou que a população só procurasse ajuda médica quando estivesse com falta de ar. (Clesio Boeira.)

Deixe uma resposta