Header Ads

ClubedaLoteria

Em bate-boca, Mendonça pergunta a Moro: 'Por que escolheu trabalhar para o Grupo Odebrecht?'

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro não seu deu bem na tentativa de atacar o presidente Jair Bolsonaro. Moro perguntou numa rede social se havia presidente em Brasil. 

O ministro da Justiça, André Mendonça, questionou: "Alguém que manchou sua biografia tem legitimidade para cobrar algo?". E emendou: "Alguém de quem tanto se esperava e entregou pouco na área de Segurança?".

André Mendonça foi mais longe: "Quer cobrança? Por que em 06 meses apreendemos mais drogas e mais recursos desviados da corrupção que em 16 meses de sua gestão?".

Mendonça diz que fez em seis meses
do que Moro em 16.

Moro desviou dos questionamentos: "Ministro, o senhor nem teve autonomia de escolher o Diretor da PF ou de defender a execução da pena da condenação em segunda instância (mudou de ideia?), então me desculpe, menos. Faça isso e daí conversamos".

Mendonça respondeu: "1. Defendi da Tribuna do STF a execução da pena a partir da condenação em 2ª instância. 2. Rolando Alexandre é o meu Diretor da PF, até porque sua gestão tem resultados muito melhores que a anterior. Agora, se não por mim, mas por sua biografia e pelo povo brasileiro: por que sua gestão tem resultados bastante inferiores aos da minha gestão?".

O ministro André Mendonça encerrou com mais uma pergunta: "E por falar em escolhas... Por que você escolheu trabalhar para o Grupo Odebrecht?".

Deixe uma resposta