Weintraub: MEC tem 300 mil servidores, metade dos 600 mil ativos no governo

Weintraub: MEC tem 300 mil servidores, metade dos 600 mil ativos no governo

Quer saber o tamanho do ninho de doutrinação instalado no país? O ministro da Educação, Abraham Weintraub, desenha o cenário e responde com clareza:

– O governo tem 600 mil servidores públicos civis na ativa. [Nada menos do que] 300 mil estão no MEC (nos institutos e nas universidades), sendo que 100 foram contratados pela Dilma. São professores, técnicos, funcionários [em geral]… Foi criada uma malha pelo Brasil, com auditórios, onde Boulos, Haddad fazem palestras, e o Lula fará também. O MEC é do tamanho das Forças Armadas.

Veja também: Vídeo de Boulos mostra que ministro tem razão

COMENTÁRIO – Weintraub enfrenta ameaça de impeachment, porque está mexendo nesse espaço dominado por ideias comunistas, autoritárias, que não suportam e rechaçam o contraditório, alma da democracia.

Essa máquina, cujo tamanho e força poucos conhecem, vai resistir por algum tempo, talvez muito tempo, sempre autoritária, gritando que a democracia está ameaçada… pelos adversários.

O comunismo representa a destruição política, econômica, social, moral e ética. Por isso, acusa quem pensa difente de representar o mal. Acusa para que as pessoas apontem o dedo para o lado errado e não se voltem contra o verdadeiro inimigo.

O ministro Weintraub tem pela frente uma dura missão. Se não tiver apoio, ficará vulnerável. Fará a luta de 1 contra 300.000. Sozinho não conseguirá afastar o polvo que agarrou o país na trágica Era PT.

Deixe seu comentário