‘Um acordo espúrio está em andamento’, diz o senador Alvaro Dias

‘Um acordo espúrio está em andamento’, diz o senador Alvaro Dias

“Um acordo espúrio está sendo costurado”, afirma o senador Alvaro Dias, do Podemos do Paraná, ao referir-se ao veto 52 do projeto de Orçamento 2020, que entrega R$ 30 bilhões para manejo por congressistas. O citado acordo reduz os R$ 30 bilhões para R$ 15 bilhões, talvez R$ 20 bilhões.

“Os líderes do centrão e do governo estão buscando artimanhas a fim de convencer a opinião pública de que estão fazendo algo correto, mas não estão”, diz o senador, que concorreu a presidente do país em 2018. “O certo é manter o veto e pronto, sem qualquer acordo”, afirma.

Alvaro Dias vai mais longe: “Deveríamos estar discutindo aqui um projeto de nação, de desenvolvimento estratégico para o País. Mas os líderes estão discutindo quem fica com quanto. Isso é um absurdo, apequena ainda mais o Congresso, e nos mergulha em um mar de mediocridade. Não aceitamos acordos”.

ACORDO – O governo Jair Bolsonaro enviou ao Congresso Nacional os projetos previstos no acordo. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, afirma que o projeto regulamenta o orçamento e assegura a obrigação de pagamento de todas as emendas parlamentares, mas o ritmo da liberação dos recursos ficará a cargo do Executivo.

– A impositividade está garantida. Agora, os critérios e as regras de execução serão definidos pelo governo – disse Bezerra.

Deixe seu comentário