Menu fechado

Três países, três homens, três desgraças

Fidel, Chávez, FHC
Fidel Castro, Hugo Chávez e Fernando Henrique Cardoso.

FHC, Chávez e Fidel arrastaram Brasil, Venezuela e Cuba para a desgraça econômica, social e política em tempo distintos, mas com a mesmo ideário socialista/comunista.

Fidel Castro tomou o poder em Cuba, pela força, em 1959. Disse que era um democratas, mas se uniu à então URSS e se tornou ditador comunista.

Hugo Chávez assumiu o governo da Venezuela em 1999, traiu a Nação, chegou a ser deposto por atentar contra a democracia, mas recebeu de volta o poder e implantou uma ditadura comunista.

FHC chegou ao poder em 1995, multiplicou a dívida pública por 11, comprou o estatuto da reeleição e não moveu uma palha contra Lula em 2002. O país caiu nas mão de um comuna.

Cuba e Venezuela afundaram em caos generalizado. São hoje países miseráveis, com repressão policial, presos políticos e milhares de mortos pelo “crime” de pensarem diferente do ditador.

Brasil teve mais sorte e retomou o bom caminho em 2018, com a eleição do presidente Jair Bolsonaro. Se não fosse esse resultado eleitoral, hoje seria triste cópia de Cuba/Venezuela.

O povo foi sábio na cabine indevassável. Não pode abandonar o presidente. Jair Bolsonaro recém começou a “destruir a destruição”, como disse Dilma, sucessora de Lula. (Clesio Boeira.)

Relacionados