O deputado Paulo Eduardo Martins, do Paraná, é preciso no Twitter sobre possíveis efeitos na América Latina das primárias na Argentina, vencidas pela chapa de Cristina Kirchner