O vídeo morre, amanhã, afirmou o vice-presidente Hamilton Mourão, ao ser questionado sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro de escancarar o lado escatológico do carnaval.