O procurador da República, Deltan Dallagnol, afirma que a Operação Lava-Jato correrá sério risco de ser anulada, caso o Supremo Tribunal Federal decida, em julgamento marcado para 13