Fernández obteve mais de 15 pontos de vantagem sobre o presidente Mauricio Macri nas primárias desse domingo, que servem como espécie de termômetro para a corrida pela Casa