‘Se desejam o parlamentarismo, mudem a Constituição’, diz general Heleno

‘Se desejam o parlamentarismo, mudem a Constituição’, diz general Heleno

“Se desejam o parlamentarismo, mudem a Constituição”, afirmou, no Twitter, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, ao comentar sua própria declaração, segundo as quais congressistas chantageiam o Palácio do Planalto pelo controle de verbas do Orçamento. Se for atendida a vontade de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, o Congresso passará a controlar R$ 30 bilhões do Orçamento.

Reclamando de que foi alvo de “invasão de privacidade” ao captarem conversa dele com os ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), durante solenidade no Palácio do Planalto, o general disse que externou visão própria sobre “as insaciáveis reivindicações de alguns parlamentares por fatias do orçamento impositivo, o que reduz, substancialmente, o orçamento do Poder Executivo e de seus respectivos ministérios”.

Leia os twitter do general:

Em mais um lamentável episódio de invasão de privacidade, hábito louvado no Brasil, vazou para a imprensa uma conversa que tive com o Dr. Paulo Guedes e o Gen. Ramos.

Ressalto que a opinião é de minha inteira responsabilidade e não é fruto de qualquer conversa anterior, seja com o Sr. Presidente da República, com o Min. Paulo Guedes, com o Min. Ramos, ou com qualquer outro ministro.

Externei minha visão sobre as insaciáveis reivindicações de alguns parlamentares por fatias do orçamento impositivo, o que reduz, substancialmente, o orçamento do Poder Executivo e de seus respectivos ministérios.

Isso, a meu ver, prejudica a atuação do Executivo e contraria os preceitos de um regime presidencialista. Se desejam o parlamentarismo, mudem a constituição. Sendo assim, não falarei mais sobre o assunto.

Acompanhe-nos pelo Facebook

Deixe seu comentário