‘Quem mandou me matar?’, pergunta o presidente Bolsonaro

Durante entrevista sobre a prisão de suspeitos de terem assassinado Marielle Franco, vereadora do PSol do Rio de Janeiro, um repórter questionou sobre a possibilidade de haver um mandante para o crime. O presidente Jair Bolsonaro respondeu que sempre é possível haver um mandante e aproveitou para dizer que também está interessado em saber quem mandou matá-lo (na campanha eleitoral, em setembro de 2018). Os repórteres fingiram não ter ouvido a observação do presidente relativa ao atentado perpetrado por Adélio Bispo, um ex-militante do PSol.