Paradas há 6 meses, investigações sobre Maia serão revisadas por ordem de Aras

Paradas há 6 meses, investigações sobre Maia serão revisadas por ordem de Aras

À espera de decisão da Procuradoria-Geral da República sobre denúncia ou arquivamento, as investigações sobre Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, estão paradas no Supremo Tribunal Federal (STF) há seis meses, diz a Folha. O procurador Augusto Aras determinou a revisão das apurações comandadas por sua antecessora Raquel Dodge, que considerava tudo pronto para oferecimento de denúncia.

Diz a Folha:

Integrantes da equipe de Aras teriam visto inconsistências na acusação, que agora pode levar meses para ser refeita. Houve um entendimento de que os elementos colhidos nos inquéritos não davam lastro à narrativa acusatória traçada por Dodge.

O resultado da rechecagem feita pelo procurador-geral vai determinar se a PGR buscará abrir ações penais contra Maia, tornando-o réu, ou pedirá o arquivamento dos inquéritos ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.

Maia aparece nas planilhas da Odebrecht supostamente vinculado ao codinome Botafogo.

Acompanhe-nos pelo Facebook

Deixe seu comentário