‘Não há facção dividindo o governo’, diz ministro ao contestar Regina Duarte

‘Não há facção dividindo o governo’, diz ministro ao contestar Regina Duarte

O ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos, usou o Twitter para rebater declaração da secretária especial da Cultura, Regina Duarte, de que há uma “facção” interessada em tirá-la do cargo.

“Eu passei os primeiros dias desfazendo intrigas, respondendo a acusações que não são verdadeiras. A gente começou com enormes dificuldades por causa de uma facção que quer ocupar esse lugar. Já tem hashtag #foraregina”, disse a secretária em entrevista ao Fantástico, no domingo (8).

Ramos disse que o presidente valoriza a Cultura, que deve se espelhar na família tradicional e nos princípios cristãos. “Nosso governo tem um norte: a vontade da maioria do seu povo. Nisso Regina e Bolsonaro devem estar juntos”, ressaltou.

Para Luiz Eduardo Ramos, são “os ministros e secretários que devem se moldar aos princípios publicamente defendidos pelo Presidente da República, não o contrário”. E acrescentou que “o uso do termo ‘facção’ em entrevista, sem nomear seus supostos integrantes, dá a entender que há divisões inexistentes e inaceitáveis em nosso governo”.

Luiz Eduardo Ramos foi mais longe: “Devemos trabalhar todos pelo mesmo objetivo, seguindo a orientação político-ideológica do nosso Presidente e defendendo os valores e convicções do povo brasileiro”.

Deixe seu comentário