Menu fechado

Internet trava e Bolsonaro não consegue fazer live em resposta ao Fantástico

O presidente Jair Bolsonaro tentou por três vezes fazer uma live para responder a uma matéria veiculada pelo Fantástico, abrindo espaço às acusações do ex-ministro Sergio Moro de que o presidente teria interesse em interferir em investigações da Polícia Federal (todas as acusações foram rechaçadas por Bolsonaro). A live não foi concluída porque o sinal de internet no Palácio da Alvorada, em Brasília, sofreu instabilidades.

Bolsonaro só conseguiu dizer que a matéria foi apresentada pelo repórter Wladimir Neto, filho de Miriam Leitão (jornalista de esquerda, que tem restrições à figura de Bolsonaro), e cuja esposa foi assessora por alguns meses do então ministro da Justiça, Sergio Moro. “Só isso aqui já dá para encerrar, mas vamos lá”, disse o presidente. Mas não seguiu em frente. O sinal apresentou falhas.

Antes de fazer a terceira tentativa, Bolsonaro reclamou do sinal de internet do Alvorada. “Vamos tentar pela terceira vez. Se não conseguir dessa vez eu vou desistir. Já determinei aqui que a internet do Alvorada não pode ser desse padrão. O presidente da República precisa desse instrumento para poder bem trabalhar.”

Relacionados