Fachin nega pedido de Lula para não ser preso

O pedido de Lula para não ser preso antes da análise dos embargos dos embargos pelo TRF-4 foi negado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal.

“O cumprimento da pena, em tais circunstâncias, constitui regra geral, somente inadmitido na hipótese de excepcional concessão de efeito suspensivo quanto aos efeitos do édito condenatório”, escreveu o ministro no despacho.

Não resta outro caminho ao condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá, em São Paulo, que não seja a cadeia em Curitiba.