‘Estão de olho na minha cadeira’, diz o presidente Jair Bolsonaro – Clesio.Net

‘Estão de olho na minha cadeira’, diz o presidente Jair Bolsonaro

Em conversar com religiosos em frente ao Palácio da Alvorada, nesse domingo (5), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o país enfrenta três problemas neste momento de crise de saúde pública internacional: o primeiro é o novo coronavírus, o segundo é o desemprego e o terceiro é a ameaça ao cargo que conquistou nas urnas em 2018.

“Estão de olho na minha cadeira. Querem que volte o que era antes. Para esses, que todos sabem quem são, não preciso dar dicas, o que vale é eles estarem no poder fazendo tudo aquilo que aconteceu em governos anteriores. E a força para mudar isso é do povo. A gente luta contra essas pessoas”, disse o presidente.

Bolsonaro disparou contra uma ou mais figuras do governo, que promete demitir: “Algo subiu à cabeça de algumas pessoas do meu governo. Eram pessoas normais, mas, de repente, viraram estrelas. Falam pelos cotovelos. Têm provocações”.

Depois passou a falar no singular: “A hora dele não chegou ainda. Mas vai chegar. A minha caneta funciona. Não tenho medo de usar a caneta. E ela vai ser usada para o bem do Brasil. Não é para o meu bem. Nada pessoal. A gente vai vencer essa”.

Ao se referir ao desemprego, o presidente voltou a criticar as medidas adotadas por alguns chefes de executivos: “Cada chefe de executivo disputando para ser o que determinou mais medidas restritivas do que o outro como se estivesse preocupado com a vida de alguém. A gente sabe que a preocupação é fazer jogada política. Mas já tem gente voltando atrás”.

Deixe seu comentário