Entenda por que Lula é contra o impeachment de Bolsonaro

Entenda por que Lula é contra o impeachment de Bolsonaro

O ex-presidente Lula disse ao jornal Le Temps, diário da Suíça, que é “contra o impeachment de Jair Bolsonaro, a menos que o presidente cometa algum ato de insanidade”. E quis parecer um democrata, talvez fazendo cara de figura política superior: “Não se pode achar que nós podemos derrubar um presidente porque não gostamos dele”.

A posição de Lula é igual a de Fernando Henrique Cardoso, que, na semana passada, se mostrou contrário à derrubada do presidente eleito com mais de 57 milhões de votos. Mas tudo isso nada tem de apreço à democracia. Lula, tal como FHC, sabe que eventual tentativa de derrubar o presidente esbarraria em pontos fundamentais…

Os pontos fundamentais são: 1. O presidente não cometeu crime que justifique impeachment (e nem qualquer outro); 2. Não existe respaldo popular à cassação; 3. Existe, ao contrário, imensa base de apoio ao presidente. 4. A abertura do processo de impedimento incendiária o país de imediato, aniquilaria a aventura golpista e selaria definitivamente a reeleição em 2022.

Uma vez nas ruas, o povo se manteria nelas a exigir mudanças concretas e profundas para enterrar de vez a velha política. Como é ano eleitoral, os figurões do atraso teriam sérias dificuldades para eleger apaniguados nos municípios, principalmente nos médios e grandes. Partidos como PT, PSDB e MDB seriam duramente afetados pelo desgaste na luta pelas prefeituras.

O resultado seria desastroso para o centrão e a esquerda. Mais do que prejuízos eleitorais, perderiam força para lutar (como fazem às claras ou não) para enterrar ou ao menos atrapalhar a Operação Lava Jato. Pautas como prisão em 2ª instância passariam a ter o ritmo de apreciação e o resultado da votação ditados pela pressão dos brasileiros.

Sendo assim, é melhor deixar o presidente Bolsonaro no Palácio do Planalto (para o bem dos brasileiros e do Brasil), não é Lula e FHC? (Clesio Boeira.)

Deixe seu comentário