Dilma visitou 13 países e gastou R$ 544 mil do erário com passagens e diárias em 2019

Dilma visitou 13 países e gastou R$ 544 mil do erário com passagens e diárias em 2019

A ex-presidente Dilma Rousseff visitou 13 países e torrou R$ 544 mil dos cofres públicos com passagens e diárias em 2019. Ao divulgar os dados, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disse que o valor equivale a 80% do que foi gasto pelos seis ex-presidentes com viagens pelo mundo. Os ex-presidente têm direito a passagens, diárias, assessores, motoristas, carros e combustíveis tudo pago pela Presidência da República.

Sobre a passagem de Dilma pelo poder diz o site História do Mundo:

Dilma Vana Rousseff, presidente da República Federativa do Brasil desde janeiro de 2011 (reeleita nas eleições de 2014), foi destituída do posto em 31 de agosto de 2016 por meio de um processo de impeachment.

No decorrer do ano de 2015, cinquenta pedidos de impeachment foram protocolados na Câmara dos Deputados contra Dilma Rousseff. A maior parte desses pedidos foi arquivada por falta de material probatório e argumentos. Entretanto, um deles foi acolhido pelo então presidente da Câmara, o deputado Eduardo Cunha, em 2 de setembro de 2016. Esse pedido foi elaborado e protocolado em outubro do mesmo ano pelos juristas Janaína Conceição Paschoal, Miguel Reale Jr. e Hélio Bicudo.

O pedido estava ainda subscrito por três líderes de movimentos sociais que ajudaram a articular as grandes manifestações de ruas do ano de 2015: Kim Patroca Kataguiri (Movimento Brasil Livre), Rogério Chequer (Vem Pra Rua) e Carla Zambelli Salgado (Movimento Contra a Corrupção).

Print post Zambelli

Grupos não aceitam quantidade maior de publicações e bloqueiam. Acompanhe-nos pela nossa página no Facebook

Deixe seu comentário