Menu fechado

Covid-19 volta a ameaçar a China

Meio milhão de pessoas foram isoladas, neste domingo (28), na região de Anxin, distante 60 quilômetros de Pequim, capital da China, devido a uma nova onda de covid-19.

De acordo com as autoridades comunistas, 11 casos do novo coronavírus, praga surgida, em Wuhan, no começo do ano, foram encontrados nas proximidades de Pequim.

O número de casos pode ser maior. A ditadura filtra dados para não prejudicar a imagem do governo que sufoca o povo desde a fundação da República Popular da China, em 1949, pelo genocida Mao Tsé-Tung.

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


3 + 6 =