Menu fechado

Clube Militar apoia protestos e ataca parlamentarismo branco

O Clube Militar emitiu nota de apoio às manifestações do dia 15 de março e criticou o Congresso Nacional por tentar impor uma espécie de “parlamentarismo branco”.

Centro de atuação política de militares da reserva com sede no Rio de Janeiro, a entidade disse que “não se pode permitir que se estabeleça um parlamentarismo branco”.

A nota também critica “a velha política que se traduz em verdadeira barganha espúria”.

Os militares da reserva disseram ainda que “não é possível mais assistir à impunidade pairar sobre a nossa pátria, estimulando a corrupção que destrói nossas instituições”.

Relacionados