Bolsonaro tem melhora geral – ClesioNet

Bolsonaro tem melhora geral

O presidente Jair Bolsonaro está sem febre, o quadro pulmonar está em regressão e houve melhora dos exames laboratoriais, diz boletim médico.

O Hospital Albert Einstein divulgou, na tarde deste sábado, dia 9, novo boletim médico sobre o paciente Jair Bolsonaro. Diz que o presidente está sem febre e apresenta “boa evolução clínico-cirúrgica”. Também o “quadro pulmonar está em regressão e houve melhora dos exames laboratoriais”. A melhora é geral.

SUCO E PICOLÉ – Bolsonaro divulgou, antes, pelas redes sociais, uma foto em que aparece almoçando no quarto. Na imagem, ele está tomando um caldo, acompanhado de um suco de caixinha e um picolé. Ele está internado desde o dia 28 para retirada da bolsa de colostomia que usava desde o ataque do ex-militante do PSOL em 6 de setembro.

REDES SOCIAIS – Na legenda da imagem, Bolsonaro agradece as orações por sua recuperação e o esforço dos médicos que cuidam de sua saúde. “Quero agradecer de verdade as orações da grande maioria da população brasileira. Se não fosse por isso e pela competência dos envolvidos nas minhas 3 cirurgias nos últimos 5 meses, não estaríamos vivos”, escreveu.

MALDADES DE ADVERSÁRIOS – O presidente também fez menção a “maldades” dos adversários. “Todos sabemos que desde a tentativa de assassinato do ex-integrante do PSOL, as maldades continuam e infelizmente são propositalmente ignoradas pela maior parte dos meios de comunicação. Não daremos bola para isso!”

DESPERTAR – Bolsonaro permanece internado na Unidade Semi-Intensiva do Albert Einstein. Segundo a assessoria da Presidência, ele acordou sentindo-se bem, tomou um chá e comeu gelatina como primeira refeição do dia. Também realizou uma caminhada e exercícios de fisioterapia pela manhã.

DRENO E SONDA – Ontem (8), foi feita a retirada do dreno e da sonda nasogástrica. O dreno havia sido colocado no seu abdômen há quatro dias para retirada de líquido acumulado próximo ao local onde estava ligada a bolsa de colostomia. A melhora do quadro intestinal e a boa aceitação da dieta líquida possibilitaram a retirada da sonda nasogástrica. (CN com ABr)

Reprodução/@jairmessiasbolsonaro