‘Aqui é calibre 17’, diz deputado acusado de ir armado à sessão da CCJ

Uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados destinada a tratar da reforma da Previdência foi suspensa na tarde desta terça-feira, dia 9, sob tumulto.

Delegado Waldir, do PSL de Goiás, foi acusado de estar armado, o que não é permitido pelo regimento. Depois de muita discussão e empurra-empurra, o deputado mostrou que usava apenas o coldre. Mas foi tarde demais. A sessão já estava suspensa.

O deputado não perdeu a oportunidade de provocar os colegas gritões, que se utilizaram da discussão para atrapalhar o andamento dos debates sobre a Nova Previdência:

– Aqui é calibre 17! – disse, apontando para o coldre vazio.

1 comentário

Deixe uma resposta para Luis Carlos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 8 =