Os irmãos Sánchez, dirigentes do partido oposicionista Primeiro Justiça, presos na última quinta-feira, têm sido torturados por policiais com o respaldo de servidores do governo.