Processo do Tríplex do Guarujá tem 100 mil páginas

O processo movido contra Lula sobre o Tríplex do Guarujá, em São Paulo, registrado em nome da construtora OAS, contém 5,42 gigabytes de mídia, cerca de cinco mil documentos e mais de 100 mil páginas.

As provas e documentos colhidos ao longo do inquérito robustecem a acusação de ocultação de patrimônio contra Lula. O acusado depõe, dia 10, em Curitiba, ao juiz Sérgio Moro.

O volume documental levou os advogados de Lula a pedirem, nesta segunda-feira, ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, a suspensão do processo.

Se o pedido for aceito, o depoimento a Moro será cancelado obviamente.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


4 + 8 =