Lula, Chávez, Odebrecht e Cuba

Lula ordenou que o BNDES liberasse dinheiro para a reconstrução do Porto de Mariel, em Cuba. O relato foi feito pelo patriarca da Odebrecht, Emílio Odebrecht, agora colaborador da Lava-Jato. Emílio contou que atendeu a um pedido feito por Hugo Chávez, depois de pediu para o então presidente da Venezuela ligar para Lula, o que foi feito.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


3 + 7 =