Lula está perto da prisão, diz revista

Se o que Marcelo Odebrecht afirmou em delação premiada no âmbito da Operação Lava-Jato for comprovado, o ex-presidente Lula poderá vir a ostentar o título de “presidente mais corrupto da história, um mandatário que se submetia ao papel de marionete nas mãos de empresários e, em contrapartida, locupletava-se do poder com dinheiro oriundo de esquemas de corrupção”, escreve a revista Veja.

De acordo com a publicação, “o Lula que emerge das delações é um político pequeno, que não hesita em receber favores e presentes de empresários, inescrupuloso e capaz de ações ousadas quando o problema envolver poder e dinheiro”. O texto de Veja destroça a figura do político que atravessou a vida atacando com dureza impressionando os corruptos do país.

Veja lista os rolos legais em que aparece o petista: “Lula é réu em cinco processos, acusado de ter praticado os crimes de lavagem de dinheiro 211 vezes, corrupção passiva 17 vezes e prático de influência quatro vezes, além de organização criminosa e obstrução de Justiça”. No dia 3 de maio, Lula encara pela primeira vez aquele que tem em mãos os processos enviados pelo ministro Edson Fachin, do STF: o juiz Sérgio Moro.

“Lula: nunca a prisão esteve tão perto”, conclui a revista Veja.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


8 + 2 =