Aécio Neves não será preso

O relator da Operação Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin, acaba de distribuir nota, negando que vá submeter ao plenário do Supremo Tribunal Federal um pedido de prisão o senador afastado Aécio Neves, como é noticiado desde a manhã desta quinta-feira (18). Fachin negou o pedido da Procuradoria-Geral da República para prisão do político mineiro.

O ministro aceitou apenas o pedido para afastamento do cargo. Aécio não pode participar de votações e nem de debates em plenário, mas não está impedido de entrar no prédio do Senado. O político é acusa em delação do empresário Joesley Batista, do JBS, de pedir R$ 2 milhões para pagamento de seus advogados de defesa na Operação Lava-Jato.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


5 + 1 =